Livre dos pelos


Postada em 24/05/2019 às 09:00


Livre dos pelos

Chegada do frio é bom momento para investir no procedimento estético 

Por Marília Montich

A depilação a laser caiu há tempos no gosto das brasileiras. Nada melhor do que a liberdade de poder vestir o que quiser, a hora que quiser, sem se preocupar se tudo está "em ordem". A chegada do frio é um bom momento para investir no procedimento, de modo a se preparar para os dias de calor que ainda estão por vir.

Vamos, primeiro, entender do que se trata. Este tipo de depilação é uma técnica de remoção progressiva dos pelos feita através da energia luminosa do laser. Também é conhecida como definitiva, porém esta nomenclatura é utilizada de forma incorreta, já que não é garantido que os pelos não voltarão a crescer nunca mais.

O procedimento é realizado da seguinte forma: um aparelho emissor de laser é colocado exatamente sobre os pelos. O alvo é a melanina, substância responsável pela coloração do bulbo e da haste do pelo, causando dano térmico mínimo ao tecido adjacente.

Durante a depilação é normal sentir um pouco de desconforto. Quanto mais fina e sensível for a pele, maior a chance de incidência de dor. Contudo, ela tende a ser bem tolerada.

O número de sessões varia de acordo com o tipo de pele. Estudos sugerem que são necessárias entre três e dez sessões para acabar com os pelos. Manutenções podem ser requisitadas.

Qualquer pessoa pode se submeter à técnica, desde que livre de doenças crônicas. Atualmente até mesmo as morenas e negras estão liberados para o tratamento estético, bastando fazer uso de laser específico.

Alguns cuidados devem ser tomados, como ter a pele devidamente hidratada, não remover o pelo pela raiz dias antes da depilação, não ter feridas abertas nos locais que serão depilados e evitar a exposição ao sol.

É importante também escolher um estabelecimento adequado e um profissional capacitado para realizar o procedimento a fim de evitar problemas como queimaduras, cicatrizes ou alteração da cor da pele.